Condição Humana na Modernidade 2014

Início » Eventos Internacionais » Seminário Latino-Americano sobre Interdisciplinaridade no Ensino das Ciências da Natureza, na UNILA.

Seminário Latino-Americano sobre Interdisciplinaridade no Ensino das Ciências da Natureza, na UNILA.

Notícias da UFSC

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas

O Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas da UFSC tem por objetivo principal desenvolver atividades de ensino e pesquisa de caráter interdisciplinar. Iniciou suas atividades no nível de doutorado em 1995, a partir da convergência temática de um grupo de professores-pesquisadores provenientes das disciplinas de Antropologia, Ciência Política, Filosofia, Geografia, História, Psicologia e Sociologia. O Programa está reconhecido pela CAPES, tendo recebido NOTA 5 na sua última avaliação (Outubro 2007). Existe disponibilidade para os alunos de um número limitado de bolsas da CAPES, do CNPq e de outras instituições conveniadas.

Grupo de Pesquisa no Lattes

Receba notícias no e-mail

Junte-se a 1.719 outros seguidores

Acessos

  • 16,637 Visitas
Anúncios
08.12.2010 Interdisciplinaridade do Ensino é tema de discussão em seminário

Uma plateia formada principalmente por professores e futuros professores acompanhou, na manhã desta quarta-feira (8), a palestra de abertura do Seminário Latino-Americano sobre Interdisciplinaridade no Ensino das Ciências da Natureza, na UNILA. A palestrante foi a professora Olga Pombo Martins, da Universidade de Lisboa, considerada uma referência no assunto.

Conforme Olga Pombo, a palavra “interdisciplinaridade” é muito utilizada nos dias de hoje. Porém, seu sentido está banalizado. “Parece ser que interdisciplinaridade é apenas a adição de diferentes pontos de vista sem ter o cruzamento dessas perspectivas. Mas esse conceito é muito mais amplo do que isso”, explicou a pesquisadora, que coordena a seção Autônoma de História e Filosofia da Ciência da Universidade de Lisboa.

Para a palestrante, a interdisciplinaridade abrange o cruzamento de informações de diferentes campos do conhecimento, a transferência de metodologias, o compartilhamento de conceitos e a reformulação de procedimentos. Essas questões começaram a ser discutidas após a Segunda Guerra Mundial, quando os cientistas passaram a recorrer a outras áreas para entender melhor suas pesquisas. Foi assim que surgiram novos campos, hoje já consolidados, como a psicopedagogia, a geofísica, a ciência cognitiva, a física quântica e a sócio-biologia.

Hoje, de acordo com Olga, o desafio é que a interdisciplinaridade se concretize não apenas nos laboratórios e centros de pesquisa avançados, mas também nas escolas de ensino fundamental e médio. Essa nova experiência de ensino, inspirada no âmbito científico, é fundamental para que a escola atenda à novas demandas como, por exemplo, a inclusão da informática e da ecologia em sala de aula. “O objetivo é levar para os alunos análises de problemas de vários ângulos. Mas isso não significa que o professor vai deixar de ministrar as disciplinas tradicionais. O docente vai buscar referências em outras áreas e fazer essa ligação durante as aulas”, enfatizou.

UNILA tem compromisso interdisciplinar
Durante a cerimônia de abertura do seminário, o Pró-reitor de Planejamento e Administração, Paulino Motter, explicou que, desde a sua criação, a UNILA definiu a interdisciplinaridade como um dos seus eixos. “Estamos tentando fazer a transposição dos conceitos para a prática. Sabemos que é um grande desafio porque isso significa ter súmulas e grades curriculares diferentes das universidades tradicionais”, afirmou.

O Seminário Latino-Americano sobre Interdisciplinaridade no Ensino das Ciências Naturais segue até sexta-feira (10). Uma das presenças de destaque no evento é o físico e astrônomo Rodolpho Caniato, um dos precursores do ensino da Física no Brasil. Também estão presentes pesquisadores da área de interdisciplinaridade da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Universidade de Brasília (UnB) e Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), entre outras instituições.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Desafios da Pesquisa Interdisciplinar em Ciências Humanas

%d blogueiros gostam disto: